22 março 2011

A eterna criança Áries

Arianos de Sol, Lua, Ascendente, Marte em evidência...
Todos têm um destino básico a seguir:
A corrida rumo à conquista.
Seja ela qual for.

Áries é o primeiro dos signos, o que abre o calendário astrológico, o que anuncia novos tempos. Como a primavera, rompe velhas energias invernais a fim de provocar renascimento e fertilidade.
É o recém nascido cósmico que já chega gritando e avisando que veio para causar. Eis porque ele sempre olha para o futuro com esperanças e desejo de sorver a vida gulosa e deliciosamente.
Independente da idade real, os carneirinhos do zodíaco têm a consciência de uma criança e para eles, conhecer e experimentar é sempre um prazer. Aventura e novidades, uma necessidade.
Sendo assim tão infantis em seu espírito, todas as características de um bebê serão símbolos do caráter ariano. A mais notável a primeira vista sem dúvidas, além dos berros insuportáveis quando querem algo, é a inocência.


Áries acredita sempre.
Deposita esperanças, espera o melhor até que lhe provem o contrário. São a priori, almas puras, e mesmo sentindo na pele, incansáveis vezes, quão sórdida pode ser uma criatura humana nesse planeta, nunca perde de vista a tal luz no fim do túnel e sempre volta a acreditar uma vez mais em sua espécie. Por isso, é tão comum ver arianos contando com o melhor das pessoas, às vezes talvez, até exigindo demais.
No entanto, a recíproca é verdadeira e se você esperar o melhor dele, e confiar em sua natureza sincera e solar, dificilmente ele te decepcionará.
Como a carta zero do tarot, O louco (The Fool), pode ser bastante ingênuo, mas não quer dizer que seja tolo, apenas que olha o mundo com uma esperança prévia de que tudo serão flores, como a primavera que lhe representa. São otimistas por natureza.
Pode não ser naturalmente astuto, mas vai aprendendo com o tempo e com as decepções que ser boa fé e confiar em todo ser humano indiscriminadamente pode ser bastante frustrante.
Pelo menos sempre superam as quedas cheios de disposição, afinal, crianças estão em constante aprendizado, caindo e levantando, conhecendo o mundo que existe mais além dos seus olhos sonhadores.

Crianças também são brutalmente sinceras.
Ainda imaculadas dos artifícios de manipulação, chegam a constranger quando falam o que pensam. Não seria diferente com os carneiros, doutores em bater uma real.
O primeiro dos signos de fogo expressa a capacidade espontânea e agressiva do elemento. É como se toda a energia da personalidade se concentrasse na expressão direta e clara, sem demais delongas e subterfúgios.
O ariano despreza questões irrelevantes e sempre vai direto ao cerne de uma situação. Justamente por ser tão simplório, não espere dele, sórdidas manipulações e muito menos repressão de sentimentos seguida de ruminação raivosa silenciosa.
Ele pode ser até overdose na franqueza, mas jamais irá depurar veneno nas suas costas, enquanto sorri singelo e afetuoso.
Se ama, faz saber. Se odeia, mais ainda.

É certo que em um mundo dissimulado e cheio de camadas, esses filhos de Marte, sempre serão considerados grossos, sem tato, exagerados, punk metal. Bem, muitas vezes são mesmo.
Em geral eles sabem disso... E adoram.
Arianos não fazem questão de agradar se for à custa de suas verdades.
Querem ser amados pelo que são, pois o que eles próprios mais amam no mundo, são pessoas como eles: sinceras, cheias de amor-próprio e com muita atitude.


Eles tocam o terror, mas não guardam rancor.
Quem souber reconhecer que na verdade são extremamente francos e não suportam hipocrisia, conhecerá o poder de um relacionamento sem aquelas correntes subliminares de dúvidas, recalques e ruminações. Quando todas as cartas estão sobre a mesa, a confiança mútua floresce e tudo fica mais leve. Crianças não são assim? Voluntariosas, estimulantes, corajosas e transparentes?

Um ariano covarde e dissimulado é alguém que foi registrado no dia errado. Ou então, é alguém tão inconsciente de sua verdadeira natureza que pode sofrer de crise de identidade e de complexos extremamente patológicos. Perdidos em si mesmos, devem padecer de terríveis dores de cabeça e invejar o próprio Sol...

Cazuza e Renato Russo, por exemplo, foram arianos standard. Ambos questionadores do status-quo . Escancarados e provocadores, deixaram em suas músicas a pura poesia da alma áries declarada. Em todas as suas letras podemos encontrar o manual de instruções do primeiro signo. Foram carismáticos, rebeldes, excessivos, apaixonados e infelizmente, golpeados duramente por sua própria falta de limites. Foram heróis e morreram cedo, consumidos por sua intensidade.

O Sol, estrela magnânima que em áries se exalta e manifesta todo seu significado potencial, representa em sua plenitude a personalidade desses nativos: clara, iluminada, penetrante, consciente, calorosa e imponente. Em excesso, queima e irrita. Entra em combustão. Atributos solares sempre estarão presentes na personalidade ariana, tanto em qualidades, como em defeitos.

O astro-rei também é símbolo da consciência e do ego. A luz solar representa o brilho do autoconhecimento, com isso, a identidade e o carisma são noções básicas que o indivíduo reconhece em si mesmo. Inclusive é famosa a vaidade ariana. É super natural que os carneiros se amem e tenham uma boa relação com eles próprios. Se sentem como canais de vida por onde a energia solar se expressa e buscam um estilo diferenciado para desfilarem autênticos.

Muito além de simples autoafirmação, o que acontece é uma real percepção de seu poder de ser e de atuar. São destemidos e adoram enfrentar desafios. Sentem que são quase imortais, que o mundo é pouco para eles e que vieram aqui para reformar o que não está certo. Com esse caráter idealista e combativo, não sobra realmente muito espaço para a humildade.
Por isso, o pecado do egoísmo está sempre rondando sua aura exuberante. Sabemos que a primeira palavra que a criança repete incansavelmente é eu, eu, eu. Ela é o centro do seu universo e fará tudo para saciar suas necessidades básicas.

Se por um lado existe o risco do ariano se tornar insuportável por não ver mais nada além de seu empolgado umbigo, por outro é um dos signos que mais desperta a inveja ao seu redor. Tanta autoconfiança incomodará por demais aos menos favorecidos, infelizes consigo mesmos, afinal, as pessoas têm o direito de serem medíocres, não é mesmo? Não as de fogo.



O elemento fogo quando aceso já mostra sua natureza magnânima e quente sem fazer esforço e como a luz, atrai as mariposas. No entanto, não há como exigir que uma chama seja discreta.

Arianos sabem disso e não sentem necessidade de diminuir ninguém. São generosos nesse sentido, pois estão satisfeitos com sua pessoa e adoram manifestações acaloradas de idéias e criatividade fluindo coletivamente. Em contrapartida sempre encontram pessoas que consciente e até inconscientemente se sentem na obrigação de apagar o fogo alheio. Jogam terra, água, assopram...

Conflitos existem e sempre que tenha um inimigo honesto, o duelo será justo, equilibrado e até uma derrota honrosa ele é capaz de aceitar (mesmo que jamais admita, claro). O que derruba um ariano por nocaute é o tiro pelas costas. Energias veladas e traição são sua kriptonita.
Portanto é necessário que aprendam sobre sutilezas, mensagens subliminares e energias reprimidas exalando enxofre para se defenderem melhor dos vampiros de plantão, sedentos por um sanguinho Reserva Especial.

Dizem que Buda era um iluminado do signo de Áries. Pensa o nível de evolução da criatura... Como o mestre oriental, todo ariano deve aprender características de seu signo oposto, libra, para ser pleno e equilibrado em sua totalidade.
Se conseguirem demonstrar mais calma e menos desespero, aprenderem a escutar com interesse, a considerar o outro, serem gentis e também a se desculpar às vezes, serão os verdadeiros líderes carneiros no planeta terra.
Também devem aprender qualidades de Saturno, como a disciplina e a paciência. Trabalhando essas virtudes complementares, se transformarão no que realmente mais lhes importa: Em seres livres, realizados e muito mais queridos e amados.

Pois é... Alguém poderia imaginar que os durões do zodíaco são completamente susceptíveis às pessoas que eles querem bem?
Alguém acreditaria na faceta ultra-romântica do signo da guerra?
Os que os conhecem bem, sim. E qual é o signo que representa os sonhadores cavaleiros românticos medievais? Qual é o signo da estação das flores, onde a natureza se faz fértil e amorosa para que as criaturas se unam em abraços intermináveis? Qual o signo do vermelho, fogo e paixão? (Wando é libriano, não se preocupem arianos)
Se eles gritam, brigam, xingam e batem as portas, não quer dizer que eles não amem. Já parou pra pensar que pode ser porque eles amam demais?

Áries é um signo bastante paradoxal e intenso. Com índole impetuosa e sangue quente correndo nas veias, essa pessoa ama e odeia em frações de segundo. Não suporta que grudem no seu pé, mas perde o interesse se não recebe nenhuma atenção. Morde e assopra. Adora manifestações sinceras de afeto, mas seja piegas e o perca para sempre. Negará até a morte que seja ciumento, mas já hostilizou muita gente que se meteu com sua paixão do momento.

Muitas vezes não demonstra o que sente por orgulho, mas em uma recaída pode te atacar ferozmente sem nenhum pudor. Acredita facilmente no que escuta, mas se for enganado, é implacável no “adeus”.
Acha que ama, acha que odeia, tudo é tão forte, se embriaga de sentimentos e então... Esquece. Agora só sente amor próprio e a vida continua.
Amor e guerra não são opostos dentro dele, são digamos... um casal em eternos tapas e beijos. E é justamente sua necessidade de relacionamentos que aplaca sua agressividade nata.

São bichinhos birrentos, apelões e eternamente dramáticos. Quebram seus brinquedinhos, tentam te bater e gritam: Não, Não e Não! Logo as crises passam, rápidas como sua raiva, e pelo menos eles, já se esqueceram de todas as pragas proferidas ao vento e só têm amor para dar.
Existem alguns mais temperados e tímidos, mas cedo ou tarde o vulcão entra em erupção, não duvide.

Como Marte é instinto puro, intuição e álcool forte, são viciados no poder do primeiro impacto. Sabem que a maioria das vezes o que não lhe “balançou” de primeira, não terá muitas chances de agradar na segunda. Não é uma regra, e podem sim ser conquistados, mas o frisson de um “à primeira vista” pode persegui-lo por muito tempo. Sente instintivamente o potencial das coisas e assim toma suas decisões e também se apaixona.

Arianos são considerados fodões. Muitos adotam uma postura de implacáveis e realmente o são. O mau-gênio ariano tem fama além de Plutão e até as fêmeas da espécie às vezes exalam uma aura de dama de ferro, “jamais sentirei fome novamente”. Mas se reparar bem, seus olhinhos infantis brilham demais para enganar completamente o bom observador.
Mas alguém já parou para pensar, por quê?
A imagem do carneiro que o representa explica bem.




Branco, felpudo e dócil, animal do sacrifício, o cordeiro de deus que tira o pecado do mundo simboliza a pureza e a ternura. No cristianismo se tornou um símbolo do filho de Deus. Já em sua versão com chifres longos e curvilíneos é um potente símbolo pagão de virilidade e uma investida desse animal não é nada nada digamos, cristã.

Também muito representativo é o aríete, do latim arìes, carneiro.
Essa clássica arma medieval demonstra o poder decidido de uma cabeça ariana quando quer abrir caminho sobre as obsoletas tradições. Arremete contra os obstáculos às marradas e arromba as estruturas, afinal, o novo precisa chegar. “O tempo não pára”.




Assim, arianos são esse paradoxo unificado.
Meigos, simplórios e apaixonados, mas não se atrevam a pisar no seu calinho nem a subestimar seu caráter. A capacidade de reação indignada de um carneiro é de tremer terra, sabem bem os que têm um por perto.

Além de equilibrar esse perfil belicoso com a sensibilidade emocional de um coração super romântico, eles terão que balancear o instinto puro que o planeta vermelho representa, com uma mente bastante poderosa, afinal de contas é a cabeça, além dos músculos e hemácias, a principal parte do corpo regida por esse signo.

Marte é o arquétipo da ação e da força. A personificação do instinto de sobrevivência e do vigor físico. Representa a libido, a energia vital.
Quando influencia fortemente a pessoa, gera um “combustível” fora do comum. Em seu estado puro essa potência pode explodir repentinamente e se dispersar sem rumo. Mas se aliada a um objetivo específico e à vontade consciente, fluirá abalando e vibrando sem freio, conquistando tudo que for desejo. É o diamante bruto da natureza. Lapidá-lo é um trabalho para o intelecto.

Essa conexão direta com Marte garante ao ariano bons reflexos, agilidade e força física, mas também inspira a agressão impensada (tanto verbal quanto física) e ataques de fúria sem noção. No entanto, à medida que desenvolve a mente e abre espaço para que Mercúrio, seu regente esotérico, aprimore essa força primitiva, o ariano elevará esse potencial para o nível mental e poderá atingir níveis altíssimos de QI, um intelecto poderoso e muitas vezes dominador.

Os heróis e seus demônios...

Sem sentido do perigo, um tanto quanto temerários e se achando invencíveis enquanto reine a honra em seu coração, essa criança se sente e sabe que é um pequeno herói ou heroína no mundo cinza dos adultos (leia-se: chatos).
Em termos junguianos, poderíamos dizer que áries é o poder do ego individual emergindo do oceano coletivo. Do grande mar do signo de peixes, a roda zodiacal se reinicia no signo do carneiro precursor. Para afirmar sua individualidade e nova consciência, deve levantar a espada e se libertar das amarras do passado e das sombras obscuras que costumam lhe escravizar.

Arianos são bem mais felizes quando vão além de suas raízes e superam seus fortes carmas familiares, por isso é que são tão atraídos pelo mito do herói, o mais famoso dos arquétipos universais. A saga de ir além do conhecido insuficiente, lutar com dragões e demônios, assimilar novos conhecimentos e voltar modificado está no seu DNA.
Cada um encontrará uma causa pela qual lutar e defender. A sensação de insatisfação crônica será sua maior inimiga e uma vida cheia de emoção, aventuras e vitórias, seu maior sonho infantil.
O motivo de tantos desafios é o desenvolvimento de uma consciência cada vez mais clara e versada nos desafios do mundo inconsciente. Quanto maior a luz, maior a sombra e, assim como o Marte guerreiro, podem ser considerados os “matadores de demônios”.


 Na luta do ego lúcido contra os terrores regressivos do paraíso da infância o troféu é a maturidade. Enquanto o ser humano comum vive inconsciente de sua sombra e seus inimigos internos, o herói é aquele que enfrenta a si mesmo e aprende a retirar sua força do seu próprio lado obscuro, dos seus monstros interiores.

São Jorge e o dragão; Jasão e a conquista do carneiro de ouro; o Homem de Ferro e seu gênio cínico, estilo anti-herói; Siegfried, o herói invencível, a não ser se “atacado pelas costas”; Luke Skywalker e a relação com seu pai obscuro; Hobin Hood e seu idealismo socialista estilo “a burguesia fede” são apenas alguns heróis arianos por excelência.
Joseph Campbell, um herói ariano real e o maior mitólogo de todos os tempos, dedicou a vida pelo tema em livros como “Herói de mil faces, O mito do herói, O poder do mito”...

Para a psique heroica, a vida deve ser uma aventura, por isso, sem ação e entusiasmo os áries podem literalmente adoecer. Se não estão envolvidos em algo que os alimente intelectual e fisicamente, ficam aborrecidos, amargos, frustrados, depressivos e grosseiros. Precisam de uma válvula de escape para seu fogo interior ou podem literalmente, implodir.

Uma das dicas infalíveis para as crianças darem um sossego aos pais é cansá-las bastante com alguma brincadeira que inclua suor e diversão. Tudo que envolva o corpo em movimento em sintonia com a mente devidamente engajada é o elixir do bem estar para eles. Precisam sentir uma conexão entre corpo, sangue e mente para que a vitalidade flua em suas veias e se sintam vivos.
“Sempre em frente, não temos tempo a perder”... Áries não suporta ficar parado e muito menos retroceder. São espíritos inquietos por natureza e o tédio é um verdadeiro láudano para sua alma. Para frente e avante senão não há medicina que adiante.

E nessa corrida sem fim existe sim um objetivo. A independência. Áries não só gosta como precisa ter as rédeas da própria vida nas mãos. Nem sempre esta é uma conquista rápida, mas enquanto não tiver autonomia, esse ser não se sentirá satisfeito. Provavelmente, muitas das crises, dos problemas e das tristezas que sentem têm as raízes na incapacidade de seguir seus próprios passos e escrever seu destino como bem lhe aprouver. Áries não se submete jamais e se é obrigado a fazê-lo, produzirá veneno em suas veias e sua alma morrerá.

Graças ao seu desprezo pelas imposições e autoridades, o que é compreensível, pois crianças são assim, eles adoram diabruras e chamar um ariano para um mal feito é garantir a alegria do dia.
Mais uma dose? É claro que ele ta afim!
Andar em alta velocidade, fazer algo escondido, passar alguns limites, escutar música alta, burlar algumas leis, rir quando não pode, chocar a humanidade, curtir com a cara dos caretas, voar em vassouras as duas da manhã... São coisas que eles simplesmente adoram fazer. São em sua maioria politicamente incorretos, anti-sociais e adoram subverter.
Com seu talento inegável para a loucura, ao lado deles a vida jamais é monótona e normal.
Eles nos cansam sim, são impossíveis, provocadores e indomáveis. Sempre nos arrancam da tranquilidade e despertam muitas vezes nossos desejos mais assassinos de extermínio de carneiros da face da terra. Mas se repararmos melhor... Que sem graça fica tudo sem eles.
No fundo eles movimentam e vibram o mundo material como poucos e enchem os ambientes de vida.

Guardamos mágoas de suas palavras cortantes, mas, pensando bem, é tão bom ter alguém em quem confiar plenamente. Alguém que abomine a traição porque vive no mundo ideal de honra e glória. Como o vermelho, sinalam Perigo! Mas também... Coração.
Quem não tem medo de cores fortes nem da verdade nua e crua, se envolverá.
Sairá queimado e também mais forte. Descobrirá que por trás de tantos armamentos e proteções de ferro, existe a fragilidade e o afeto em estado primitivo. Existe um potencial de amor esperando almas boas e dignas para se deixar desenvolver.

Eles não são somente os guerreiros da história. São os dragões e a própria batalha. São também, o tesouro, a criança eterna, a recompensa para quem, como eles, sempre acreditou em histórias de monstros, heróis e finais felizes.



 

“Almas daqueles que amei, almas daqueles que cantei, fortaleçam-me, apóiem-me, mantenham longe de mim a mentira e os vapores corruptores do mundo, e tu, Senhor meu Deus, conceda-me a graça de criar alguns belos versos que provem a mim mesmo que não sou o último dos homens, que não sou inferior àqueles que desprezo”.

 Charles Baudelaire

Marte, Vênus, Júpiter, Saturno e Sol em Áries

5 comentários:

Debora menezes disse...

SI QUEIRA
QUEIRA A SI!!!no eterno movimento brilhante deste fogo primordial...entre vida e morte,o nascimento é o essencial!!!bem vindo seja o fogo entre nos!!!arrazouuuuuuuuu...

Monique disse...

Querida amiga, obrigada pela dedicatória, para mim também é um conforto e um consolo ter uma amiga brava e selvagem como você, nesse mundo de tanta gente educada e domesticada. Maravilhoso texto.

RAFAEXREX disse...

Esse texto foi supremo... parabéns, como sou Ariano, arrepiei lendo o Texto do começo ao fim, minha chama interior recebeu gasolina, fico feliz por ter pessoas que entendem a intensidade do Ariano.

larissa siqueira disse...

Obrigada! Fico feliz que tenham gostado e se identificado!

Catarina disse...

Sendo uma ariana prestes a implodir. Agradeço pelo texto maravilhoso, esclarecedor e de alguma maneira pesado que provavelmente vai me fazer refletir por algum tempo sobre a minha pessoa.